Participe!

Você é o nosso convidado especial!

Lembra-te do Senhor nos dias de tua mocidade!

Participe e leve consigo mais um jovem!

terça-feira, 2 de abril de 2019

Forania Santa Teresinha realiza a partir de hoje mutirão de confissões


Resultado de imagem para confissões igreja
Diversas paróquias da Forania Santa Teresinha, da região da Igreja Particular de Bacabal, realizarão a partir de hoje, 02, um mutirão para atender as confissões dos fiéis como preparação para o ápice da tradição cristã, celebrada na Páscoa. Durante a Semana Santa, cerca de 70 fiéis, em média, passam diariamente por cada igreja pelo ritual em que os pecados são confessados ao sacerdote. A confissão é uma forma de purificação da alma e preparação para a celebração da Paixão de Cristo.

Apesar de o sacramento poder ser praticado durante todo o ano, a procura é maior durante a quaresma e se intensifica durante a Semana Santa. A tradição da igreja recomenda que a confissão seja feita ao menos uma vez ao ano.

A Semana Santa marca o fim do período da quaresma em que, segundo a tradição cristã, Jesus passou 40 dias no deserto antes de sua morte e ressurreição, no domingo de Páscoa. A Igreja católica segue os passos de Jesus durante a quaresma, marcada pelo domingo anterior à Páscoa, que remete ao episódio da bíblia que conta quando o povo acolheu Jesus agitando seus ramos de oliveiras e palmeiras. Durante esse período, os cristãos realizam penitências, orações e evitam comer carne vermelha, por exemplo, durante a Sexta-feira Santa, marcada pelo sacrifício e morte de Jesus.

Confira os locais por ordem de data:

Paróquia Sagrados Corações de Jesus e Maria (Bom Lugar) – 02 de abril;
Paróquia São Francisco de Assis (Lago Verde) – 03 de abril;
Paróquia Catedral de Santa Teresinha (Bacabal) – 04 de abril;
Paróquia São Francisco das Chagas (Bacabal) – 05 de abril;
Paróquia Sant’Ana e São Joaquim (Bacabal) – 09 de abril;
Paróquia Imaculado Coração de Nossa Senhora de Fátima (Bacabal) – 10 de abril.

O mutirão de confissões na Forania Santa Teresinha tem início sempre às 18h.

Com informações do Secretariado Forâneo.

quarta-feira, 27 de março de 2019

Fé e Devoção na Semana Santa em Bacabal: Procissão do Fogaréu 2019



CARLOS VERAS

O Brasil é um país de grandes dimensões – mais da metade da população é católica – não é de se estranhar que grandes manifestações religiosas tomem conta do tempo forte da Semana Santa. Em todas as regiões do país, as celebrações são marcadas pelas tradições populares e pela fé do povo cristão no Cristo Ressuscitado.

Uma destas tradições é a procissão do Fogaréu, que se realiza em várias cidades, inclusive no estado do Maranhão, na cidade de Bacabal, a 240 quilômetros da capital, São Luís, é considera a 2ª maior, atrás da cidade de Caxias (MA).

Ao som de tambores e à luz de tochas, tem início a Procissão do Fogaréu em Bacabal. O ritual simboliza a procura e a prisão de Cristo. Cerca de 50 homens encapuzados representam os soldados romanos. Carregam as tochas enquanto um coro entoa cantos relacionados ao ato.

A procissão é acompanhada por aproximadamente 12 mil pessoas, segundo estimativa da coordenação do evento. Tem início na Praça da Igreja Matriz dos Frades Franciscanos, passa pelas principais ruas da cidade e chega novamente a Praça da Igreja Matriz, onde se faz o papel da Crucificação, onde Cristo foi morto no lenho da Cruz.

Em seguida, o toque do clarim anuncia que Jesus está morto e se faz um momento de silêncio. É o fim da procissão. Depois disso, o corpo do personagem que representa Cristo, é sepultado dentro da lendária Igreja Matriz.

Apontado como um dos principais eventos religiosos da cidade e estado, o espetáculo reúne turistas e moradores de várias localidades do país. A primeira procissão ocorreu em 2015, quando o pároco de São Francisco das Chagas na época, o frade franciscano Osmar Rodrigues de Jesus, OFM, trouxe o costume à cidade.

Este ano a procissão do Fogaréu será realizada no aniversário de fundação de Bacabal, na quarta-feira Santa, dia 17 de abril. A procissão que encena a prisão de Jesus Cristo terá início às 18:00 horas com a iluminação pública apagada, ao som de tambores e apenas com as luzes das tochas acessas.

Procissão do Encontro na Semana Santa em Bacabal


Resultado de imagem para procissaõ do encontro bacabal

Neste dia 16 de abril nossa cidade será palco mais uma vez de uma das mais tradicionais manifestações de fé do nosso povo durante a Semana Santa: a Procissão do Encontro. A mesma é realizada em várias cidades do Brasil.

Essa caminhada de fé marca o encontro da Virgem Maria com Seu Filho Divino, carregando a cruz no caminho do Calvário, pelas ruas de Jerusalém, depois de ser flagelado, coroado de espinhos e condenado à morte por Pilatos. 


Tradicionalmente, homens e mulheres saem de pontos diferentes da cidade e encontram-se em um local previamente definido. Este ano a comissão organizadora do evento decidiu realizar os encontros saindo em localidades próximas as comunidades paroquias. 

Confira os locais de saídas: 

Catedral Paróquia de Santa Teresinha; mulheres saindo da Igreja Matriz e homens da Praça Portugal; 

Paróquia São Francisco das Chagas; mulheres saindo do CEFRAM e homens da Igreja Matriz; 

Paróquia Sant’Ana e São Joaquim; mulheres saindo da Comunidade Porta Aberta e homens da Igreja Matriz; 

Paróquia Imaculado Coração de Nossa Senhora de Fátima; mulheres saindo da Igreja Matriz e homens do Hotel Jainara. 

Segundo a coordenação todas as saídas serão às 18h30h. Ao longo do percurso, serão realizadas paradas refletidas as 7 dores dos principais envolvidos na procissão: Jesus e Maria.

Esse é o quinto ano consecutivo em que é realizada a Procissão do Encontro e a Forania de Santa Teresinha quer estabelecer esse evento religioso como tradição na cidade, chamando a atenção dos católicos para a vivência da espiritualidade da Semana Santa. 

É precioso o silêncio nas horas de sofrimentos; muitos não sabem sofrer uma dor física, uma tortura da alma, em silêncio; desejam logo contá-la para que todos o lastimem! Nossa Senhora e Jesus nos ensinam a vencer a aflição suportando tudo, em silêncio, por amor a Deus.