sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Bispo de Lábrea (AM): REPAM trouxe a força da Laudato si à Amazônia

No dia em que as Igrejas Católica e Ortodoxa convidam a rezar pelo cuidado da Criação, o Papa publicou um ‘tuíte’ em que pede ao Senhor para nos ensinar a contemplá-lo na beleza da Criação e desperte a nossa gratidão e o nosso sentido de responsabilidade em relação a ela.
Na Amazônia, mencionada pelo Papa Francisco na Encíclica Laudato si, é alta a adesão das comunidades ao espírito da Encíclica Laudato si e certamente neste Dia convocado pelo Papa e o Patriarca Bartolomeu,  a oração será intensa e muito participada.
“Eu iniciaria por dizer que o povo da Amazônia, ao menos o da minha Prelazia, é um povo sofredor, acostumado a ser dominado de fora e a que todos aproveitem do que acontece. Então, a força da Laudato si é para as pessoas tomarem consciência de serem eles mesmos, de lutar pela sua terra, pelo seu habitat e pela riqueza da natureza. Certamente, a Encíclica Laudato si deu uma grande força a todos os movimentos que estão nesta linha, nesta tarefa”.
“No final de janeiro, aqui aconteceu o Seminário da REPAM, com este objetivo:lutar pela Amazônia, porque REPAM significa que abrange não só os estados amazônicos do Brasil, mas toda a região que compõem este clima, amazônico”.
“A força apoiada, empurrada, pela Laudato si, está mudando, porque aos poucos, esta tarefa é tão grande, tão imensa, porque são problemas da terra: problemas do rio, da pesca, dos indígenas, dos ribeirinhos… nesta luta, neste trabalho… e com o apoio também do Papa e de sua Encíclica”.  
Nós tomos somos REPAM. Você também! Assista:
Com informações da Rádio Vaticano

0 comentários:

Postar um comentário