Participe!

Você é o nosso convidado especial!

Lembra-te do Senhor nos dias de tua mocidade!

Participe e leve consigo mais um jovem!

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Pároco de São Francisco das Chagas batiza 12 internos na Unidade Prisional de Bacabal


Internos da Unidade Prisional de Piratininga, que fica a 15 km da cidade de Bacabal participaram nesta quarta-feira (30.08) da celebração da Santa Missa com rito Batismal promovido pela Paróquia São Francisco das Chagas e Pastoral do Batismo. Cerca de 12 detentos participaram da consagração em uma piscina inflável instalada dentro da unidade.
 
“É de suma importância que tenham uma religião como apoio neste momento em que estão privados de liberdade. O trabalho desenvolvido pelas igrejas contribuem para a ressocialização do indivíduo, tornando menos suscetível a influências negativas”, pontou o pároco e presidente da celebração frei Osmar de Jesus.

A celebração especial foi realizado pelo Pároco de São Francisco das Chagas, Frei Osmar de Jesus e com ajuda dos diáconos Ronaldo e Cecílio, que fazem há muito tempo visitas ao local. 

A felicidade e a emoção eram sentimentos visíveis no rosto dos homens presentes na cerimônia.  “Agora eles têm uma nova família, que é a igreja, que os abraça, numa sociedade onde sofrem preconceito”, ressalta diácono Ronaldo Batista, que enfatiza também os bons resultados com os participantes. "A grande maioria muda de vida sim, percebemos que Deus toca o coração deles", afirmou.

Confira aqui as fotos.

Com informações da PASCOM.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

REPAM e Igreja na América Latina repudiam extinção da RENCA

A Rede Eclesial Pan-amazônica, REPAM, publicou a nota "Ouvimos o grito da terra e o grito dos pobres" em que repudia o Decreto Presidencial que extinguiu, quarta-feira (23/08), a RENCA, a Reserva Nacional de Cobre e Associados, na divisa entre o Pará e o Amapá. Confira:
A Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM), organismo ligado ao Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe (CELAM), e no Brasil à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com a Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, por meio de sua Presidência, unida à Igreja Católica da Pan-Amazônia e à sociedade brasileira, em especial aos povos das Terras Indígenas Waãpi e Rio Paru D'Este, vem a público repudiar o anúncio antidemocrático do Decreto Presidencial, altamente danoso,  que extingue a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (RENCA) na última quarta-feira (23).
A reserva
A RENCA é uma área de reserva, na Amazônia, com 46.450 km2 – tamanho do território da Dinamarca. A região engloba nove áreas protegidas,sendo três delas de proteção integral: o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, as Florestas Estaduais do Paru e do Amapá; a Reserva Biológica de Maicuru, a Estação Ecológica do Jari, a Reserva Extrativista Rio Cajari, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru e as Terras Indígenas Waiãpi e Rio Paru d`Este. A abertura da área para a exploração mineral de cobre, ouro, diamante, ferro, nióbio, entre outros, aumentará o desmatamento, a perda irreparável da biodiversidade e os impactos negativos contra os povos de toda a região.
Nenhuma consulta popular prévia
O Decreto de extinção da RENCA vilipendia a democracia brasileira, pois com o objetivo de atrair novos investimentos ao país o Governo brasileiro consultou apenas empresas interessadas em explorar a região.Nenhuma consulta aos povos indígenas e comunidades tradicionais foi realizada, como manda o Artigo 231 da Constituição Federal de 1988 e a Convenção 169, da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O Governo cede aos grandes empresários da mineração que solicitam há anos sua extinção e às pressões da bancada de parlamentares vinculados às companhias extrativas que financiam suas campanhas. 
Ao contrário do que afirma o Governo em nota, ao abrir a região para o setor da mineração, não haverá como garantir proteção da floresta, das unidades de conservação e muito menos das terras indígenas – que serão diretamente atingidas de forma violenta e irreversível. Basta observar o rastro de destruição que as mineradoras brasileiras e estrangeiras têm deixado na Amazônia nas últimas décadas, com desmatamento, poluição, comprometimento dos recursos hídricos (pelo alto consumo de água para a mineração e sua contaminação com substâncias químicas), aumento de violência, droga e prostituição, acirramento dos conflitos pela terra, agressão descontrolada às culturas e modos de vida das comunidades indígenas e tradicionais, com grandes isenções de impostos, mas mínimos benefícios para as populações da região.
Riscos ambientais e sociais incalculáveis ameaçam o “pulmão do Planeta repleto de biodiversidade" que é a Amazônia, como nos lembra Papa Francisco na carta encíclica Laudato Si, alertando que “há propostas de internacionalização da Amazônia que só servem aos interesses econômicos das corporações internacionais” (LS 38). A política não deve submeter-se à economia e aos ditames e ao paradigma eficientista da tecnocracia, pois a prioridade deverá ser sempre a vida, a dignidade da pessoa e o cuidado com a Casa Comum, a Mãe Terra. Em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, em 9 de julho de 2015, o Papa Francisco não hesitou em proclamar: “digamos não a uma economia de exclusão e desigualdade, onde o dinheiro reina em vez de servir. Esta economia mata. Esta economia exclui. Esta economia destrói a mãe terra”.
Na Laudato Sì, o Papa Francisco alerta ainda que “o drama de uma política focalizada nos resultados imediatos (...) torna necessário produzir crescimento a curto prazo" (LS 178).
Ao contrário, para ele “no debate, devem ter lugar privilegiado os moradores locais, aqueles mesmos que se interrogam sobre o que desejam para si e para os seus filhos e podem ter em consideração as finalidades que transcendem o interesse econômico imediato”, (LS 183).
A extinção da Renca representa uma ameaça política para o Brasil inteiro, impondo mais pressão sobre as terras indígenas e Unidades de Conservação e abrindo espaço para que outras pautas sejam flexibilizadas, como a autorização para exploração mineral em terras indígenas, proibida pelo atual Código Mineral.
Unidos em rede, sem resignação
Por todos esses motivos, nos unimos às Dioceses locais do Amapá e de Santarém, aos ambientalistas e à parcela da sociedade que, por meio de manifestações nas redes sociais e de abaixo-assinados, pedem a imediata sustação do Decreto Presidencial que extingue a Reserva.
Convocamos as senhoras e os senhores parlamentares a defenderem a Amazônia, impedindo que mais mineradoras destruam um dos nossos maiores patrimônios naturais. Não nos resignemos à degradação humana e ambiental! Unamos esforços em favor da vida dos povos que vivem no bioma amazônico. O futuro das gerações vindouras está em nossas mãos!
Que Deus nos anime no mais fundo de nossos corações e nos ilumine e confirme na busca da tão sonhada Terra Sem Males.
Brasília, 28 de agosto de 2017

Dom Cláudio Cardeal Hummes
Presidente da REPAM e da Comissão Episcopal para a Amazônia

Dom Erwin Kräutler
Presidente da REPAM-Brasil e Secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Papa Francisco nomeia legado pontifício para festa dos 300 anos em Aparecida

Giovanni Battista Re Le guerre segrete del Conclave GiornalettismoFoi anunciada nesta quinta-feira, dia 17, que o cardeal italiano Giovanni Battista Re, prefeito emérito da Congregação para os Bispos e presidente emérito da Pontifícia Comissão para a América Latina no Vaticano, irá representar o papa Francisco nas celebrações do Tricentenário do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, marcadas para o período de 10 a 12 de outubro, no Santuário Nacional, em Aparecida (SP).
O cardeal Re já esteve no Santuário de Aparecida, em 2007, quando presidiu a V Conferência do Episcopado Latino-Americano. Em 2011, esteve novamente no Brasil, por ocasião da Dedicação Solene da catedral de Santa Maria Mãe de Deus, em Castanhal (PA), em 27 de fevereiro daquele ano. O purpurado, que é vice decano do Colégio de Cardeais, presidiu o Conclave que elegeu Jorge Mário Bergoglio para o ministério petrino, em 2013.
Celebrações em Aparecida
O Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora será concluído com várias atividades. A partir do dia 1º de outubro, acontecerá uma novena preparatória cuja programação inicia na alvorada e segue até a novena solene com pregação dos bispos e transmissão pelos meios de comunicação do Santuário (TV Aparecida, Rádio Aparecida e Portal A12.com).
A partir do dia 10, haverá programação com momentos de oração, missas, festivais, coroação solene, a inauguração da cúpula do Santuário, procissões e homenagens. No dia da padroeira, quando também será concluído o Ano Nacional Mariano, serão mais de 23 horas de atividades em honra a Nossa Senhora.
Com informações da CNBB.

Comunidade Parque Rui Barbosa receberá imagem de São Francisco


A comunidade católica do Parque Rui Babosa recebe hoje a visita da imagem da Peregrinação de São Francisco das Chagas. A imagem está prevista para chegar às 19h30 na rua Bete Lago, nº 86 no bairro citado. 

Comunidade Parque Rui Barbosa como todos os anos, é a primeira comunidade da zona urbana a receber a peregrinação da imagem de Francisco.

São esperado um número expressivo de paroquianos. A equipe do Conselho Comunitário Paroquial também se fará presente nesta bonita manifestação de fé à São Francisco das Chagas, dando início as comemorações da Festa do padroeiro deste ano em Bacabal.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

XXVI Curso de Formação Missionária 2018. Tema: “Missão e Profetismo.”


Estimados irmãos e irmãs, Povo de Deus.

Os atuais cenários, global e nacional, inspiram insegurança! Nosso tempo nos apresenta um conjunto de questões referentes às profundas mudanças culturais que têm suas raízes na modernidade e na sua crise e que se intensificaram com o processo de globalização e com o avanço vertiginoso e desordenado da urbanização. As consequências são muitas: o desenraizamento cultural das populações de cosmovisão rural; a violência da exclusão que cria as mais diversas condições para outras formas de violência; as novas possibilidades criadas pela biotecnologia que têm questionado a ética cristã e nos impõem um novo olhar acerca de nossas certezas antes cristalizadas além de um movimento de corrupção generalizada em nosso País aliados a uma total negligência no tocante ao Meio ambiente. Tudo isso carece de novos questionamentos e pistas…

Urge uma reflexão aprofundada e contextualizada acerca destes cenários! A Igreja não pode ficar em sua zona de conforto. Não podemos esquecer o caráter profético da Pessoa de Jesus Cristo que nos envia em missão num mundo sempre em conflito.

Com esta motivação CONVIDAMOS os irmãos presbíteros, diáconos, as religiosas e os religiosos, leigos e leigas para, à luz do Evangelho, aprofundarmos o tema MISSÃO E PROFETISMO proposto pela XXVI edição do Curso de Formação Missionária que será assessorado por Dom Erwin Kräutler, bispo emérito da Prelazia do Xingu – PA.

O Curso, realizado pelo COMIRE e CEFRAM, espera, com alegria, a participação de pessoas de todas as dioceses do nosso Regional NE V como também dos demais regionais da CNBB.

A coordenação.

I – OBJETIVOS DO CURSO:

Despertar e aprofundar a consciência, missionária nas realidades do Maranhão;
afim de que a Missão seja eixo do processo evangelizador;
e possa ser assumida na prática em cada comunidade, pastoral, movimento, serviço, paróquia, forania, diocese;
colaborando para que haja a passagem da pastoral de mera conservação para a pastoral decididamente missionária;
o que implica atuar na vida do bairro, meio rural, condomínio, centro de cidade, na profissão etc…
II – DESTINATÁRIOS:
Agentes de pastoral, sacerdotes, seminaristas, religiosos(as), leigos(as) que queiram conhecer melhor a dimensão missionária da vocação cristã.

Critérios para a participação: engajamento efetivo nas pastorais e/ou na animação missionária, disponibilidade de participar integralmente do curso (do início ao fim, incluindo os dias 13 e 27 de janeiro), idade mínima de 18 anos; o/a cursista seja enviado/a pela Diocese/Paróquia/Congregação através de uma carta de recomendação e com a assinatura devida e endereço completo.

III – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Acolhida com Apresentação, oração e distribuição de tarefas;
Missa de Abertura;
Dinâmica de entrosamento;
Momento Festivo e Cultural;
Análise de Conjuntura Sócio política;
TEMA CENTRAL: MISSÃO E PROFETISMO;
Oficinas;
Organização da Dimensão Missionária da Igreja no Brasil;
Retiro Espiritual;
Jornada Missionária nas comunidades;
Missa de envio, entrega de certificados;
Avaliações e conclusões;
Viagem de Retorno.
IV – ESTRUTURA DO CURSO DE FORMAÇÃO MISSIONÁRIA

DATA INÍCIO: 19/01/2018 – Chegada pela manhã;

TÉRMINO no dia 28/01/2018 ao meio dia;

LOCAL: Centro Franciscano de Animação Missionária – CEFRAM, Bacabal – MA, Fone/ (99) 3621-1420;

E-mail:cefram@franciscanosmapi.org.br

Você também pode fazer sua :Inscrição através do SITE: franciscanosmapi.org.br

Como chegar ao local: da Rodoviária de Bacabal, de táxi ou moto táxi, se dirigir ao Colégio N.Sra. dos Anjos, CONASA-CEFRAM. Quem não tem ônibus direto para Bacabal, chegando em Peritoró, encontrará ônibus ou transporte alternativo com facilidade.

Taxa do curso: R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais). A inscrição só será confirmada após o recebimento do comprovante de depósito bancário que deverá ser enviado a secretaria do CEFRAM por e-mail: cefram@franciscanosmapi.org.br

Número de vagas: cerca de 80 vagas. Serão preenchidas por ordem de chegada das fichas de inscrição. Favor devolver a ficha de inscrição até o dia 30 de dezembro de 2017.

 V – AVISOS:

Os participantes do Curso tragam caderno para apontamento, Bíblia, Ofício Divino das Comunidades.
Sugerimos que se traga os Doc. de Aparecida e as Diretrizes da CNBB
O Certificado somente para os que tiverem participação integral no curso.
Trazer roupa de cama, repelentes, e roupa de banho e esporte para os momentos de lazer.
Trazer remédios Alopáticos e Homeopáticos para a farmácia comunitária.
Trazer uma apresentação cultural de sua região.
Quem tiver favor trazer fotos, painéis, vídeos, Powerpoint, para exposição das atividades missionárias de sua realidade;
Para os momentos de convivência trazer elementos típicos de sua região: músicas, artesanato, comidas…
Para a brincadeira do amigo você poderá trazer uma lembrança unisex ou comprá-la na livraria do CEFRAM que dispões de produtos religiosos e outros;
Importante: Favor comunicar sua chegada caso seja na madrugada ou anterior ao dia 19;
Para depósitos das inscrições do curso: Banco do Brasil C/c: 2223-3 Ag. 0528-2. Em nome da Província Franciscana de N. Sra. da Assunção. Favor enviar o comprovante de depósito por e-mail: cefram@franciscanosmapi.org.br

Por favor, pedir confirmação do recebimento do seu e-mail!

Saudações Fraternas de Paz e Bem!


Armando Martín Gutiérrez, FAM

Bispo da Diocese de Bacabal

Esmeraldo Barreto Farias

Dimensão Missionária-CNBB/MA

Matias Filho

Coordenadora do COMIRE V

Fr. Gilberto Mágno, OFM

Coordenador do CEFRAM

Realização:

COMIRE- Ne V



Organização:

CEFRAM

Fone: +55 (99) 3621-1420

E-mail: cefram@franciscanosmapi.org.br

Paróquia realiza coletiva de imprensa e lança Cartaz Oficial da Festa 2017

A Paróquia São Francisco das Chagas realizou na manhã do sábado, dia 12 de agosto, uma Coletiva de Imprensa na Secretaria Paroquial, na qual foi oficialmente apresentada o Cartaz do Festejo deste ano que trás como tema: "São Francisco, admirador da Virgem Maria é nosso espelho de Missão" e também as novidades para a festa 2017.
Logo no início foi apresentado o projeto gráfico do Cartaz 2017 pelo pároco de São Francisco das Chagas, Frei Osmar de Jesus, com as informações da composição, como a ideia principal, a temática, elementos visuais de arte, histórico, programação.
Em seguida com a presença da imprensa bacabalense, o pároco fez suas explanações à respeito do Festejo deste ano. Entre elas: Novena 2017, Doações, Caneca personalizada, Peregrinações das missas de ruas etc.
Encerrando a coletiva de imprensa Frei Osmar fez os agradecimentos a imprensa presente que se comprometeram no apoio e divulgação, e deu a bênção de São Francisco para mais um ano com a realização de uma bonita Festa e Novena do Santo Padroeiro.
Confira as fotografias aqui.
Fotografias: Rogério Ouja

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Capítulo das Esteiras: "Justiça é expressão de misericórdia"

Com uma celebração eucarística, encerrou-se domingo (06/08) em Aparecida o Capítulo das Esteiras, em que a Conferência da Família Franciscana do Brasil comemorou 800 anos do Perdão de Assis, o Jubileu de Ouro e os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida.
Desde o dia 3, o evento reuniu frades, irmãs Clarissas, a Ordem Franciscana Secular (OFS), a Juventude Franciscana (Jufra), irmãs e irmãos da Terceira Ordem Regular (TOR),  Congregações e Movimentos Francisclarianos e simpatizantes de Francisco e Clara.
Frei Éderson Queiroz, Presidente da CFFB, passou para os capitulares a sua última mensagem, de indignação pela atual situação do país e, ao mesmo tempo, os animou  a não se acomodarem e a terem esperança.  
"É chegado o momento de recolhermos nossas esteiras e as lançarmos sobre o chão das periferias do mundo, transformando continuamente nossa maneira de Ser, Estar e Consumir em reposta aos apelos do Papa Francisco. A realidade ecológica e sócio-política-econômica do nosso país nos exige compromisso profético de denúncia e anúncio", pede a Carta de Aparecida.
Em entrevista exclusiva à RV, Frei Éderson afirma que “nestes tempos em que o Brasil atravessa uma crise política, econômica e institucional, onde há um processo de exclusão dos mais pobres e vulneráveis e o poder político é exercido por uma minoria de abastados, a misericórdia se revela como indignação”.
“A justiça é uma das mais belas expressões da misericórdia”, conclui.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Dia Internacional de Oração pelos cristãos perseguidos

“Quem de vocês reza pelos cristãos que estão sendo perseguidos? Quantos rezam? Cada um responda em seu coração.”  (Papa Francisco)
Ainda hoje, em muitos lugares pelo mundo, os cristãos são perseguidos, torturados e mortos de forma tão violenta como nos primeiros séculos do cristianismo. Esses cristãos têm resistido de forma heroica aos desafios que acompanham a sua fé em jesus cristo. Nós não estamos lá fisicamente para ajudá-los, mas podemos nos tornar presentes pela oração.
O sofrimento e a nossa ajuda
Em 2016, 1 cristão foi morto a cada seis minutos, simplesmente por professar a sua fé (de acordo com as estatísticas do Center for Study of Global Christianity). O Oriente Médio e o norte da África continuam como a região onde a perseguição é mais cruel. A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), por meio de seus benfeitores, não tem descansado e está fazendo tudo ao seu alcance para socorrer materialmente e espiritualmente os perseguidos: reconstruindo casas e escolas; fornecendo alimentos e medicamentos; sustentando os missionários que doam suas vidas para salvar outras tantas e tudo mais que se faz necessário.

Um dia de oração


Além da informação real e imediata da situação nesses locais de conflito e guerra, bem como toda a ação e reação às necessidades do povo por meio de centenar de projetos, a ACN, com o apoio da CNBB, convida você e sua comunidade a rezar! Frei Hans, presidente da ACN Brasil, escreveu uma nova carta aos párocos do Brasil pedindo comunhão à causa. Neste 6 de Agosto, domingo da transfiguração de Nosso Senhor Jesus Cristo, convidamos a participação das paróquias (sugerimos como intenção na Oração dos Fiéis); aos grupos, pastorais e famílias sugerimos a oração do Terço, um momento de Adoração, ou mesmo a oração pessoal, nas intenções de toda pessoa que sofre por viver sua fé.
Saiba mais como participar e ajudar os cristãos perseguidos, clique no link abaixo:

Solenidade do Perdão de Assis teve início esta terça-feira

A Solenidade do Perdão de Assis foi aberta esta terça-feira, 1º de agosto, no Santuário da Porciúncula.
A recorrência este ano adquire um significado particular, pois coincide com o encerramento do VIII Centenário do Perdão de Assis, Jubileu que foi aberto em 2 de agosto de 2016 pelo Cardeal Gualtiero Bassetti, e enriquecido com a peregrinação do Papa Francisco à Porciúncula dois dias mais tarde, em 4 de agosto de 2016.
A solene celebração de encerramento do Jubileu do Perdão será realizada na quarta-feira, às 11 horas, e será presidida pelo Cardeal Secretario de Estado, Pietro Parolin.
A celebração será transmitida ao vivo pela TV Padre Pio, com difusão mundial pela Maria Vision Italia.
Às 11 horas deste dia 1º o Ministro Geral dos Frades Menores, Padre Michael Perry, presidiu a solene celebração eucarística, que foi concluída com a Procissão de “Abertura do Perdão”.
Assim, a partir das 12 horas deste dia 1º de agosto até às 24 horas do dia 2, será concedida a Indulgência Plenária na Porciúncula, que se estende a todas as igrejas paroquiais espalhadas no mundo, incluindo todas as igrejas franciscanas.
Às 19 horas desta terça-feira, o Bispo de Assis-Nocera Umbra-Gualdo Tadino, Dom Domenico Sorrentino, preside as Primeiras Vésperas na conclusão da peregrinação da Diocese de Assis, seguidas pela oferta de incenso por parte da Prefeita de Assis, Stefania Proietti.
Às 21h30min, Vigília de Oração com uma Procissão luminosa dirigida pelo Secretário da Congregação dos Institutos da Vida Consagrada, Dom José Rodriguez Carballo.

Agosto, mês das Vocações


A cada domingo a celebração litúrgica é dedicada a uma vocação específica Normalmente a própria liturgia da Palavra de cada dia, em especial a dos domingos, dá o tema principal da reflexão e meditação trazida para alimento do povo de Deus. É costume, neste mês, comemorarmos as diversas vocações a cada semana:
Primeiro domingo: é o dia das vocações sacerdotais. Atualmente também se comemora o dia das vocações diaconais, ou melhor dizendo: dia das vocações aos ministérios ordenados. Essa comemoração se deve ao fato de no dia 4 de agosto celebrarmos o dia de São João Maria Vianney, o Cura D’Ars, patrono dos padres; e, no dia 10 de agosto, o dia de São Lourenço, patrono dos diáconos.
Segundo domingo: por imitação do segundo domingo de maio – no qual é comemorado o Dia das Mães – temos o Dia dos Pais. Sabemos que no Brasil esse dia é comemorado porque antigamente no dia 16 de agosto celebrava-se o dia de São Joaquim, pai de Nossa Senhora e, por isso, adotou-se esse dia e depois o domingo para essa comemoração. Devido a esse fato, nesta data é comemorada a vocação matrimonial.
Terceiro domingo: recorda-se a vocação à vida consagrada: religiosos, religiosas, consagradas e consagrados nos vários institutos e comunidades de vida apostólica e também nas novas comunidades. Essa recordação é feita porque no dia 15 de agosto celebramos o Dia da Assunção de Maria aos céus, solenidade que aqui no Brasil é transferida para o domingo seguinte.
Quarto domingo: é nesta data que se comemora o Dia do Catequista, daí a comemoração do dia da vocação do cristão leigo na Igreja, tanto na sua presença na Igreja como também em seu testemunho nos vários ambientes de trabalho e vida. O dia do cristão leigo voltará a ser comemorado no último domingo do ano litúrgico, domingo de Cristo Rei.
Ao participarmos dessas celebrações não podemos nos esquecer da vocação primeira e mais importante de todas: a vocação à vida cristã e, consequentemente, à santidade! Todos somos vocacionados à santidade e fora desse caminho não temos como viver bem qualquer que seja a nossa vocação pessoal.

EM TEMPO:

Participe das celebrações do mês das Vocações em sua comunidade!
Ou faça-nos uma visita à nossa Paróquia. Na barra lateral direita do site, você encontra os horários das celebrações de Missas na Igreja Matriz.

Paróquia São Francisco das Chagas
Igreja  Matriz São Francisco das Chagas
Rua Magalhães de Almeida, 955 - Centro