domingo, 27 de dezembro de 2015

Frei João Muniz, OFM é nomeado novo Bispo da prelazia do Xingu

Francisco acolheu o pedido de renúncia de dom Erwin Kräutler, que esteve à frente da diocese por 34 anos

O papa Francisco aceitou, nesta quarta-feira, 23 de dezembro, o pedido de renúncia do bispo do Xingu (PA), dom Erwin Kräutler, conforme previsto no Cânon 401, parágrafo primeiro, do Código de Direito Canônico. Na mesma data, Francisco nomeou como bispo da prelazia do Xingu o frei João Muniz Alves, OFM, atualmente guardião da Comunidade de São Luís na arquidiocese de São Luís (MA). O mesmo pertence à Província Franciscana Nossa Senhora da Assunção (Maranhão e Piauí) e já residiu em Bacabal-MA.

Frei João

Nasceu em  dia 8 de janeiro de 1961, em Santa Rita (MA). Foi ordenado sacerdote em 4 de setembro de 1993. É graduado em Teologia e Filosofia pelo Instituto Católico de Estudos Superiores do Piauí (Icespi); mestre e doutor em Teologia Moral pela Pontifícia Universidade Lateranense (PUL), em Roma; mestre em Filosofia pelo Pontificium Athenaeum Antonianum (PUA), em Roma.

De 1993 a 1994, frei João Muniz realizou seus trabalhos como vigário paroquial da paróquia São José em Lago da Pedra (MA). De 1995 a 1998, exerceu a função de pároco da paróquia São Francisco das Chagas em Bacabal (MA). Entre 1995 e 2001, foi promotor da Pastoral Vocacional da província; mestre e guardião do Postulantado, membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores da diocese de Bacabal. De 2007 a 2013, exerceu a função de ministro provincial da província Franciscana Nossa Senhora da Assunção, no Maranhão e no Piauí. Em 2014, foi visitador geral na custódia autônoma Santa Clara de Assis em Moçambique, na África.

Atualmente, João Muniz é professor de Teologia Moral no Instituto de Estudos Superiores no Maranhão (Iesma), vigário paroquial na Fraternidade Franciscana de Nossa Senhora da Glória em São Luís (MA) e guardião e formador de estudantes de Filosofia e Teologia.

Fonte: CNBB

0 comentários:

Postar um comentário