Participe!

Você é o nosso convidado especial!

Lembra-te do Senhor nos dias de tua mocidade!

Participe e leve consigo mais um jovem!

sábado, 31 de outubro de 2015

Peregrinação da imagem de Aparecida terminará com grande show católico

O mês em que a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida estará em nossa diocese, percorrendo os mais diversificados municípios, terminará com um grande show evangelizador.

No dia 31 de outubro, às 20:00h, a Catedral Diocesana de Santa Teresinha e todos aqueles que fizerem-se presentes receberão a mensagem de Jesus em forma de música pela voz da Irmã Maria Teresa Carvalho. Os ingressos para esta grande festa da fé já estão disponíveis para compra ao valor de R$ 15,00 (quinze reais) e podem ser adquiridos na Catedral ou pelos membros daquela comunidade.

Nascida em Itapecuru-Mirim/MA, Irmã Maria Teresa faz parte da Congregação das Irmãs Missionárias Franciscanas de Jesus Crucificado e conhecida como a "Cantora de Deus", já gravou vários álbuns, inclusive em outros idiomas.
 
A mensagem que a Irmã Teresa Carvalho, de forma simples e direta vem de encontro com um grande número de pessoas que dão sinais de insatisfação e de vazio e que buscam paz. Com sua música e suas canções, com simplicidade e franqueza, ela também fala de ideais. Com sua voz suave e doce ao mesmo tempo, confiando em sua experiência religiosa, anuncia coragem que Cristo é a rocha sobre a qual os homens devem ter para construir seus ideais. 

Confira um vídeo de sua apresentação:

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

ASSEMBLEIA DIOCESANA DE PASTORAL – 2015

“Misericórdia eu quero”


Bacabal, 15 de Outubro de 2015

Irmão e irmã em Cristo,

Que a Paz e a Misericórdia do Bom Deus estejam no seu coração!

Aproxima-se a nossa Assembleia Diocesana, o momento de maior comunhão e mais significativo a nível pastoral da nossa diocese. A finalidade principal da Assembleia Diocesana de Pastoral deste ano será elaborar um Plano Diocesano de Pastoral para os próximos 4 anos que nos permita responder aos desafios da nossa realidade e às urgências da evangelização hoje.

Em comunhão com toda a Igreja do Brasil a referência prioritária do nosso Plano Diocesano serão as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2015-2019 e para tanto na elaboração seguiremos o mesmo método das Diretrizes, o método participativo do Ver, Julgar e Agir, iluminado pelo esquema das “urgências” que nos indica o Documento da CNBB. Outra referência importante para o nosso Plano de Pastoral serão os trabalhos e conclusões da Assembleia Regional do NE5 realizada em Julho deste ano em Coroatá.

Na Assembleia Diocesana do ano passado escolhemos vivenciar em todas as nossas paroquias as Santas Missões Populares, para melhor prepararmos e celebrarmos o Jubileu de Ouro da diocese que acontecerá em 2018. As Santa Missões Populares, já em ato em todas as paroquias, ficam, pois, o eixo de toda nossa ação pastoral, que integrarão as prioridades e ações concretas que escolheremos a luz das Diretrizes, com a finalidade de colocar toda a nossa diocese em estado permanente de Missão.

Teremos em conta também o Jubileu da Misericórdia que o Papa Francisco proclamou para o próximo ano e inseri-lo com suas atividades caraterísticas na nossa programação Pastoral.

Será, se Deus quiser, uma Assembleia rica em conteúdo – Diretrizes da CNBB, Assembleia do nosso Regional, Jubileu da Misericórdia – com o qual, tendo como horizonte as Santas Missões Populares, nos propomos elaborar o nosso próximo Plano Pastoral.

Na pauta da nossa Assembleia também estará a eleição do novo Conselho Diocesano de Pastoral.

Certamente serão dias de alegre e fraterna comunhão eclesial, mas também de intenso trabalho; por isso, junto com o Conselho Diocesano de Pastoral, decidimos iniciar a Assembleia com o almoço (12:00 horas) de sexta feira, 6 de Novembro.

Por ser um momento tão importante na caminhada da Diocese convido desde já a invocar o Espírito Santo sobre os trabalhos que vão ser realizados e as pessoas que vão participar na próxima Assembleia.

Colocamos esta Assembleia sobre a proteção de Nossa Senhora Imaculada Conceição padroeira da nossa diocese.

Que o Bom Pastor nos abençoe a todos!



+ Armando Martín Gutiérrez
Bispo  Bacabal




NB: Trazer as bandeiras das SMP que representem a paróquia.


OS CONVOCADOS PARA A ASSEMBLÉIA DIOCESANA DE 2015

De acordo com as "Diretrizes da Assembleia Diocesana de Pastoral" e as decisões da Assembleia de 2010 sâo convocadas as seguintes pessoas:

1 - Os membros do Conselho Diocesano de Pastoral
Atualmente o CDP está formado pelas seguintes pessoas: Pe. José Alberto de Carvalho Saturnino, Frei Ribamar Cardoso Lima, Pe. José Geraldo Teófílo da Silva, Frei Jailson Bizerra Sandes, Diac. José Antônio Pereira, Ir. Lucia Stédile, Irmã. Alessandra Reis Barbosa, João Batista Sousa Aguiar, Socorro Leite, Maria do Socorro Lopes Pinto, José Roberto Santos Sousa, Nilda Rocha, Mariano de Sousa Almeida, Sonhia Maria Borges Leal.

2 - Todos os párocos, administradores e vigários paroquiais e representantes dos diáconos permanentes.

3 - Os religiosos e religiosas que exercem atividades pastorais na diocese.

4 - O coordenador/a (ou um seu representante) das pastorais, movimentos e organismos presentes na diocese.

5 - Dois (2) representantes leigos das 17 paróquias e das 3 quase- paróquia, mais outro representante por município, as paróquias que tiverem mais de um.

6 - O Reitor do Seminário Dom Pascásio e um representante dos seminaristas.

LOCAL, DATA E DESPESAS:

A Assembléia terá lugar no CEFRAM (Centro Franciscano de Animação Missionária), começando com o almoço do dia 06.11.2015 (sexta-feira) e terminando no dia 08.11.2015 (domingo), com o almoço.
A diocese ajudará com metade do valor das diárias dos membros do Conselho Diocesano de Pastoral e dos coordenadores diocesanos de pastorais e movimentos.
Valor da diária do CEFRAM, apartamento: R$ 60,00

Nesta sexta-feira (30), imagem de Nossa Senhora Aparecida chegará à Paróquia Sant'Ana e São Joaquim

Desde o início deste mês de outubro, a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida tem percorrido todo o território diocesano. 
A peregrinação encerra-se neste dia 31, mas antes passará por nossa paróquia. A imagem chegará de São Luis Gonzaga-MA a partir das 08:00h desta sexta-feira (30) e será acolhida na Matriz paroquial. Ao longo do dia, grupos, pastorais, movimentos e comunidades terão a oportunidade de rezar por algumas horas diante da imagem da padroeira do Brasil, e à noite, às 19:30h, será a grande celebração que marcará a passagem da santa por meio do nosso povo.

Em 2017, serão comemorados os 300 anos desde a retirada da imagem pelos pescadores do rio Paraíba do Sul, em São Paulo. Uma grande programação marcará esse aniversário.

Bispos celebram envio de missionária ao Haiti

Os bispos do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participaram, no fim da tarde de terça-feira, 27, da missa de envio da irmã Zenaide Laurentina Mayer. A religiosa fará parte do Projeto Missionário Intercongregacional, que a Igreja no Brasil desenvolve no Haiti desde 2010, quando um terremoto devastou o país.
A celebração eucarística foi presidida pelo bispo auxiliar de São Luís (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e a Cooperação Intereclesial da CNBB, dom Esmeraldo Barreto de Faria.
Em sua homilia, dom Esmeraldo recordou o evangelho do dia, tirado do livro de São Lucas, em que Jesus compara o Reino de Deus a uma semente e ao fermento. “Reunidos nessa celebração, guardemos no coração essa importância da vivência da missão, esse chamado de Deus para nossa vida, para vivenciarmos esse Reino que é de Deus, que Jesus disse que é semelhante à semente e ao fermento”, motivou o bispo.
Dom Esmeraldo falou sobre a missão considerando que cada pessoa é uma “semente de Deus e uma terra de Deus que acolhe a semente, e, ao mesmo tempo, a pessoa que semeia”.
“Em nome de Deus e como vocação e missão, somos chamados a semear e a colocar no coração e na vida das pessoas essa semente que traz a força de Deus, mas ao mesmo tempo a missão nos implica de tal forma que nós nos tornamos terra, nos tornamos lugar que recebe a semente de Deus que vem das outras pessoas”, explicou.
À missionária, dom Esmeraldo indicou que deve ser uma semeadora que possui a “semente de Deus”. Entretanto, ela não deve se esquecer o que irá encontrar no país caribenho. “Lá no Haiti tem um povo que grita pela força do Espírito, a natureza com todas as pessoas de lá, eles gritam esperando esta semente, mas lá também já está essa semente, lá também já tem semeadores e semeadoras, não só as irmãs que a senhora vai encontrar e conviver”, recordou.
Além de semeadora, a missionária será, de acordo com dom Esmeraldo, terreno. “Que a senhora possa acolher toda semente de Deus que vem para sua vida e para o seu coração”, disse.
A comparação com o fermento também acontece da mesma maneira. “A senhora vai ser a pessoa que vai colocar esse fermento, que vai levar esse fermento, mas a senhora vai ser farinha. Com certeza, no Haiti, não vai ser só farinha pronta, mas vai ser um trigo que vai ser moído, moído, para se tornar uma farinha”, afirmou o bispo.
O presidente da celebração ainda exortou aos presentes a não terem medo de se aproximarem das periferias e “tocar nas feridas de Cristo”.
Ao final de sua fala, dom Esmeraldo ressaltou o fato da missa de envio ocorrer durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB. “A evangelização não é um ato isolado, já lembrava Paulo VI na Evangelii Nuncianti, mas é um ato fundamentalmente eclesial. A senhora lá vai viver como Igreja, vai ser um sinal da Igreja aqui do Brasil que está em união com a senhora”, disse.

Envio

A celebração seguiu com a bênção que pede a Deus que a missionária seja guiada e fortalecida “para que não se deixe abater pelo trabalho e pela fadiga”. A prece também roga que “suas palavras sejam eco da voz de Cristo” e atraia para a observância do evangelho os que a escutarem.
Dom Esmeraldo benzeu e entregou à religiosas a Cruz, que simboliza o amor de Cristo e a missão “para qual a Igreja a escolheu”. Irmã Zenaide também recebeu das mãos da presidente da CRB, irmã Maria Inês Ribeiro, a bandeira do Haiti.
O arcebispo de Brasília (DF) e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha,  entregou uma vela. "É com muita esperança, mas também com uma gratidão muito sincera que nós te entregamos esta chama da fé em Cristo, luz da palavra, luz que é Cristo. Vá compartilhar esta luz, esta chama com aqueles irmãos e irmãs, um povo irmão, acolhido, lá do Haiti", disse dom Sergio.
Também foi entregue, pela coordenadora do Conselho Missionário Diocesano (Comidi) da arquidiocese de Brasília, Cláudia, e pela pequena Yasmin, integrante da infância Missionária, o cartaz da Campanha Missionária. Dom Esmeraldo pediu que a irmã Zenaide levasse o material em sua viagem.

Expectativa

Natural de Witmarsum (SC), irmã Zenaide fez sua profissão religiosa em Presidente Getúlio (SC), na congregação das Irmãs Franciscanas de São José. Ela comentou sobre suas expectativas para a missão. “A expectativa é que a gente possa conviver, ser fraterno e realmente fazer um trabalho de irmão para irmão e em comunhão com as irmãs que já estão lá e também com o povo, com a cultura. E que a gente possa realmente fazer um trabalho do Evangelho junto às pessoas que estão lá”, espera.
Durante a missa de envio, estiveram presentes religiosas da Congregação que atuam em Nova Alvorada do Sul (MS), Rio Verde (GO), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC) e Presidente Getúlio (SC).

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Cáritas Brasileira realiza Seminário Nacional sobre Refugiados

A Cáritas Brasileira promove, de 19 a 20 de outubro, o Seminário Nacional sobre Refugiados, com o tema "Diretrizes e práticas solidárias nas ações da Cáritas Brasileira com migrantes e refugiados". O evento acontece no Secretariado Nacional da instituição, em Brasília (DF). 
A proposta do Seminário é proporcionar a abertura do diálogo e reflexão, a partir da Igreja, Governo e da própria experiência vivenciada em alguns regionais e entidades, respondendo aos apelos do papa Francisco. 
Participam do evento representantes dos regionais da Cáritas, assim como das entidades-membro que possuem experiências ou ações voltadas para refugiados. Também estão representadas as pastorais do migrante e da mobilidade humana, além do Instituto de Migrações e Direitos Humanos (IMDH).
Confira a Programação 
19/10/2015
10h - Mística de acolhida e apresentação dos 
10h30 - Objetivos, expectativas do evento e apresentação da programação 
11h - Mesa de abertura 
11h20 -  Contextualização da dimensão da crise das migrações e refúgios no cenário mundial 
12h - Debate em plenário 
14h -  Mesa de debate: Estratégias e respostas do Governo brasileiro e sociedade civil frente aos desafios das migrações e refúgios 
15h30 - Debate em plenário 
16h20 - Painel: Cáritas e refugiados
18h - Fechamento do dia 
20/10/2015
08h30 - Mística e espiritualidade 
08h50 - Memória do dia anterior 
09h - Trabalho em grupos: mapeando as práticas solidárias com refugiados e migrantes 
10h15 - Plenário e debate 
11h15 - Aprofundamento dos principais desafios 
13h30 - Trabalho em grupos: orientações para atuação com migrantes e refugiados (haverá perguntas 
14h30 - Plenário (incluindo propostas de continuidade) 
15h10 - Apresentação da Campanha de Solidariedade aos Refugiados 
16h - Encerramento
CNBB com informações e imagem da Cáritas. 

sábado, 17 de outubro de 2015

Coleta do Dia Mundial das Missões é realizada neste final de semana

mes missao
Neste domingo, 18 de outubro, a Igreja celebra o Dia Mundial das Missões. Em todas as celebrações acontece a coleta missionária. Entre os vários subsídios da Campanha Missionária encontra-se a mensagem do Papa Francisco para o 89º Dia Mundial das Missões. “A missão não é proselitismo, nem mera estratégia; a missão faz parte da gramática da fé, é algo de imprescindível para quem se coloca à escuta da voz do Espírito”, diz o Papa em um trecho da mensagem.
E para favorecer as ações missionárias em diversos países, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) enviaram a todas as dioceses e paróquias do Brasil um envelope que deve ser utilizado exclusivamente para a Coleta do Dia Mundial das Missões, feita no penúltimo domingo do mês de outubro (este ano, dias 17 e 18). As ofertas devem ser integralmente enviadas às Pontifícias Obras Missionárias (POM) que as repassam ao Fundo Universal de Solidariedade para apoiar projetos em todo o mundo.
Como chega o dinheiro das ofertas às Missões?
1. No mês de outubro, em especial no Dia Mundial das Missões, as comunidades e paróquias recebem dos cristãos as ofertas por meio da Coleta para as missões.
2. Essas ofertas são enviadas para as dioceses que recolhem toda a arrecadação de suas comunidades e paróquias.
3. Até o final do ano ou no máximo até o mês de fevereiro, as dioceses repassam o valor total das ofertas para a direção nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília (DF).
4. No mês de março, a direção nacional das POM comunica à Congregação para a Propagação da Fé, em Roma, o valor arrecadado. Reserva uma pequena parte para a animação missionária e para a administração nacional.
5. A direção nacional das POM repassa os valores para o Fundo Mundial de Caridade em Roma, e na Assembleia Geral, no mês de maio, avalia, aprova e destina os recursos para os Projetos nos cinco continentes. Os principais projetos são:
– Trabalhos de promoção humana, catequese e evangelização;
– Formação dos futuros sacerdotes e religiosos(as);
– Manutenção de missionários e igrejas em terras de missão;
– Meios de comunicação social e de transportes;
– Apoio e ajuda a centros de educação e saúde, casas de portadores de deficiências físicas;
– Construções de capelas, igrejas, seminários e hospitais;
– Casas para idosos, orfanatos, creches, centros de reeducação social e dependentes químicos;
– Subsídios de urgências em situações de desastres e calamidades públicas.São centenas de projetos que beneficiam milhares de pessoas ligadas a instituições mantidas nos países mais pobres do mundo.
6. Por fim, os destinatários prestam contas do uso do dinheiro recebido com documentos e testemunhos de gratidão.
Confira todas as informações sobre a Campanha Missionária 2015
Por Assessoria de Comunicação das POM

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Acompanhe em nosso portal o Sínodo com a ajuda da Rádio Vaticano

Cidade do Vaticano (RV) – Com o início do Sínodo dos Bispos sobre a família, já está no ar o portal de informação dedicado inteiramente à Assembleia sinodal. No endereço synod15.vatican.va, haverá informações disponíveis em seis línguas, entre as quais o português.
A conta no Twitter da Sala de Imprensa da Santa Sé @HolySeePress também fornecerá notícias específicas sobre o Sínodo em italiano, inglês e espanhol com a hashtag #Synod15.
Clique para acessar a playlist no YouTube com os vídeos sobre o Sínodo
RV
O Programa Brasileiro da Rádio Vaticano também acompanhará de perto os trabalhos com reportagens e entrevistas aos padres sinodais. Além dos programas radiofônicos, será possível se informar através da nossa página no Facebook e do nosso canal no Youtube. Os participantes provenientes do Brasil são doze no total, entre Cardeais, Arcebispos, convidados do Santo Padre, auditores, assistentes e um delegado fraterno.
Comunicação
Sobre a relação com a imprensa, o Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, Cardeal Lorenzo Baldisseri, afirmou em coletiva realizada na última sexta-feira (02/10) que será mantido o critério já expresso pelo Santo Padre: “O Sínodo deve ser um espaço protegido para que o Espírito Santo possa agir; de modo que os padres sinodais tenham a liberdade de se expressarem com coragem”.
Durante as três semanas, haverá diariamente uma coletiva de imprensa, com a presença de padres sinodais, e a utilização de todos os meios de comunicação disponíveis. Os participantes são livres de comunicar com a imprensa segundo sua discrição e responsabilidade.
Participantes
No total, serão 270 padres sinodais, provenientes dos cinco continentes, assim divididos: 54 da África, 64 da América, 36 da Ásia, 107 da Europa e 9 da Oceania. Acrescentam-se a eles 24 especialistas ou colaboradores, 51 auditores e auditoras e 14 delegados fraternos. Destaque para os casais de esposos, pais e chefes de família, que serão 18 no total.
(BF)

CNBB apoia campanha de resgate às crianças desaparecidas

DivulgaçãoA Conferência Nacional dos Bispos do Brasil está apoiando, em conjunto com outras entidades, a campanha “Vamos resgatar nossas crianças!”, promovida pelos conselhos Federal (CFM) e Regionais de Medicina (CRMs). O objetivo é colaborar para a elucidação de casos de desaparecimento de crianças, por meio da atuação das autoridades competentes.
No site do CFM é possível cadastrar um desaparecimento e buscar por crianças desaparecidas. São oferecidos formulários online para os dois serviços. O endereço eletrônico também dispõe de dicas para médicos e familiares de como evitar e agir em casos suspeitos de desaparecimento.
De acordo com o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos, ligado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, atualmente há 371 casos de desaparecimentos de crianças e adolescentes entre 4 e 15 anos, sendo 204 meninos e 167 meninas. Apenas quatro pessoas foram localizadas. As informações ainda não refletem a realidade, uma vez que o serviço disponibilizado precisa “mapear iniciativas estaduais de registro e divulgação de casos de crianças e adolescentes desaparecidos e, com o apoio das redes de segurança pública e de direitos da criança e do adolescente, registrá-los na base nacional”. Essa ação é necessária para “consolidar uma matriz nacional” de dados a respeito do tema.
De acordo com o CFM, são mais de 250 mil casos de crianças desaparecidas no Brasil. As estatísticas apontam um desaparecimento a cada 15 minutos no país. O tráfico humano, tema da Campanha da Fraternidade de 2014, faz mais de 20 milhões de vítimas no mundo. O principal motivo de fugas e sumiço de menores são os maus-tratos.
Um folder confeccionado pelo CFM apresenta informações de como evitar um desaparecimento, explicando que os pais devem, por exemplo, ensinar à criança o nome completo e o telefone dos responsáveis e a “não aceitar alimento, falar ou sair com estranhos ou pessoas não autorizadas”. Também são indicadas ações de como proceder numa situação, além de abordar a norma da Lei 11259/2005, que prevê a busca imediata pela criança a partir da ocorrência policial.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Seminário de enfrentamento a Aids discutirá conjuntura do combate à transmissão do vírus

Dedicada ao enfrentamento da epidemia do HIV/Aids por meio de uma rede de agentes presentes em todo o território nacional, a Pastoral da Aids, ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é uma das promotoras do XIII Seminário Nacional de Prevenção ao HIV, que inicia hoje, 2 de outubro, e prosseguirá até o próximo dia 4, em Porto Alegre (RS).
O Seminário Nacional irá avaliar continuamente as práticas em vista da qualificação dos agentes, que realizam ações de acompanhamento de portadores do vírus, no controle social das políticas públicas e na prevenção.
Outros objetivos são analisar, na perspectiva da prevenção, a atual conjuntura do enfrentamento da aids no país, debruçando-se sobre os seguintes aspectos: a experiência da medicalização; suficiência da rede de atenção; papel da rede básica; incorporação de novas tecnologias; a meta 90-90-90; papel das organizações da sociedade civil e as diversas compreensões da sexualidade. O debate proporcionará elementos para reposicionar a Pastoral em sua trajetória, especialmente no campo da prevenção.
A abertura do evento conta com a participação do diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita; representantes da Seção Estadual de DST Aids e HV do Rio Grande do Sul, Programa Municipal de DST, Aids e Hepatites Virais de POA, Fórum de Ongs Aids do RS, Pastorais Sociais/RS e Pastoral da Aids. Fábio Mesquita falará sobre as evidências da eficácia da estratégia “testar e tratar” no Brasil.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Peregrinação da imagem de Aparecida terminará com grande show católico



O mês em que a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida estará em nossa diocese, percorrendo os mais diversificados municípios, terminará com um grande show evangelizador.

No dia 31 de outubro, às 20:00h, a Catedral Diocesana de Santa Teresinha e todos aqueles que fizerem-se presentes receberão a mensagem de Jesus em forma de música pela voz da Irmã Maria Teresa Carvalho. Os ingressos para esta grande festa da fé já estão disponíveis para compra ao valor de R$ 15,00 (quinze reais) e podem ser adquiridos na Catedral ou pelos membros daquela comunidade.

Nascida em Itapecuru-Mirim/MA, Irmã Maria Teresa faz parte da Congregação das Irmãs Missionárias Franciscanas de Jesus Crucificado e conhecida como a "Cantora de Deus", já gravou vários álbuns, inclusive em outros idiomas.
 
A mensagem que a Irmã Teresa Carvalho, de forma simples e direta vem de encontro com um grande número de pessoas que dão sinais de insatisfação e de vazio e que buscam paz. Com sua música e suas canções, com simplicidade e franqueza, ela também fala de ideais. Com sua voz suave e doce ao mesmo tempo, confiando em sua experiência religiosa, anuncia coragem que Cristo é a rocha sobre a qual os homens devem ter para construir seus ideais. 

Confira um vídeo de sua apresentação: