quarta-feira, 12 de agosto de 2015

49º Dia Mundial da Paz refletirá sobre a indiferença na vida em sociedade

“A indiferença em relação aos flagelos do nosso tempo é uma das causas principais que prejudica a paz no mundo”, destacou o Conselho Pontifício Justiça e Paz em comunicado sobre o 49º Dia Mundial da Paz. A celebração ocorrerá em 1º de janeiro de 2016 e, para esta ocasião, o papa Francisco escolheu como tema da mensagem “Vence a indiferença e conquista a paz”. A data foi instituída pelo beato Paulo VI, sendo uma proposta da Santa Sé ao mundo.
O anúncio do título da reflexão aconteceu na terça-feira, 11, no Vaticano. Conforme informou o dicastério, “a paz é possível ali onde o direito de cada ser humano é reconhecido e respeitado, segundo a liberdade e a justiça”. Esta será a terceira mensagem do pontificado de Francisco para o Dia Mundial da Paz. Em 2014, a data foi inspirada na temática “Fraternidade, fundamento e caminho para a paz".
A paz é possível
No comunicado, o Conselho Pontifício constatou que a indiferença está “associada a várias formas de individualismo que produzem isolamento, ignorância, egoísmo e isso leva ao desinteresse”. É considerada pela Igreja como uma das “pragas" do tempo atual e uma das causas principais da falta de paz no mundo.
O texto recorda, ainda, que a paz deve ser conquistada, mas não sem esforços, conversão, criatividade e diálogo. “Trata-se de sensibilizar e formar o sentido de responsabilidade em relação às graves questões que afligem a família humana, como o fundamentalismo e seus massacres, as perseguições por causa da fé e de pertença étnica, as violações da liberdade e dos direitos dos povos, o abuso e a escravidão das pessoas, a corrupção e o crime organizado, as guerras que causam o drama dos refugiados e dos emigrantes forçados”, apontou o Conselho.
CNBB com informações da Rádio Vaticano. 

0 comentários:

Postar um comentário